Prédios ao redor do Parque Vaca Brava no Setor Bueno

Comprar apartamento em Goiânia?

Em qual setor você deseja ver os nossos apartamentos para vender?

 

O setor Marista possui os apartamentos à venda mais caros de Goiânia – Go

No ano de 2013, segundo o Creci-GO (Conselho Regional de Corretores de Imóveis de Goiás), os imóveis localizados na capital do Estado de Goiás tiveram uma valorização em seus preços de 9,61%. Dentre todos os bairros de Goiânia, o Setor Marista ainda é o que possui o metro quadrado mais caro no município. O metro quadrado de um apartamento localizado neste bairro estava sendo cotado à R$6.135.

O Setor Alto da Glória vem em segundo colocado nesta lista divulgada pelo Creci-Go com os metros quadrados mais caros de Goiânia. Neste Setor o metro quadrado estava saindo à R$5.144. Em terceiro lugar aparece o tradicional Setor Oeste, aonde os seus apartamentos estavam tendo os seus metros quadrados avaliados em R$5.026.

Na quarta posição vem o também conhecido Setor Nova Suíça, aonde os apartamentos por lá saíam com o metro quadrado custando R$4.902. Na quinta posição da lista dos metros quadrados mais caros de Goiânia aparece o ‘jovial’ Jardim Goiás, no qual o metro quadrado de seus residenciais estavam sendo cotados à R$4.851.

Já os tradicionalíssimos apartamentos no Setor Bueno, vêm logo em seguinda, ocupando a quinta posição, tendo seus metros quadrados avaliados em R$4.844. Os bairro à seguir seguem também na cabeceira da lista dos apartamentos com o metro quadrado mais caro de Goiânia: Setor Coimbra (R$4.492), Setor Central (R$ 4.452), Setor Leste Vila Nova (R$ 4.363) e o Setor Pedro Ludovico (R$4.121).

Tendo em conta toda a capital Goianiense, o metro quadrado médio dos lançamentos na cidade durante esta pesquisa realizada pelo Creci-GO estava sendo cotado à R$4.298,14. Dentre todos os tipos de apartamentos em Goiânia, aqueles que possuem 5 quartos foram os que tiveram o metro quadrado mais caro. O valor do metro quadrado destas propriedades era availiado à R$7.296. Em segundo lugar na lista aparece os apartamentos com 4 quartos, que tiveram o preço do metro quadrado médio precificado em R$5.591. A próxima posição foi tomada por aqueles apartamentos que possuem apenas 1 quarto (incluindo os flats), aonde o metro quadrado estava custando R$4.734. Para completar a lista, os apartamentos de 3 e 2 quartos vinham com os seus respectivos metro-quadrado avaliados em R$4.027 e R$3.618.

Outro dado muito importante e interessante que se consta nesta pesquisa divulgada pelo Creci-GO, é a valorização superior do preço médio dos imóveis em Goiânia em relação a taxa de inflação do mesmo período. No ano de 2013, a índice de inflação oficial ficou em 5,91%, enquanto os imóveis na capital goiana tiveram uma valorização média no mesmo período de 9,61%. Tal fato expõe claramente que investir em imóveis pode ser uma excelente estratégia para ‘bater’ o rírmo galopante da inflação brasileira.

Setor Marista Avenida 136

Avenida 136 no Setor Marista

Também segundo a mesma pesquisa, outros indicadores importantes do mercado de imóveis tiveram seus índices menores do que a valorização média dos imóveis do município de Goiânia. À exemplo, o Índice Nacional de Custo para a Construção (INCC) fechou 2013 com um acréscimo de 8,09%, enquanto o Índice Geral de Preços de Mercado, ou IGPM, fechou o mesmo ano com um acréscimo de 5,53%. Sendo que este último índice, o IGPM, é a referência usada para reajustar os preços de aluguel.

Além dos ganhos oriundos da valorização do seu apartamento, casa, ou sala comercial/escritório, o proprietário de imóveis ainda pode obter ganhos gerados através do aluguel da propriedade, argumenta o líder do Creci-GO. Já se a propriedade for usada para a moradia de seu dono, segundo o presidente da entidade, este estará poupando dinheiro que iria para o aluguel ou então estará investindo em pagar o financiamento da propriedade. O que em ambos os casos é muito bem-vindo em qualquer orçamento familiar. Além de todos estes ganhos, existe também a satisfação de viver em algo em que você é o proprietário.

Os dados utilizados pelo Conselho Regional de Corretores de Imóveis de Goiás (Creci-GO) para realizar esta pesquisa foram coletados de 124 lançamentos de condomínios verticais (apartamentos, salas, escritórios) durante o mês de Dezembro de 2013. Tais lançamentos totalizaram 19.905 unidades, das quais 3.895 estão à venda.

Portanto, na cidade de Goiânia, a valorização dos preços dos imóveis foi superior em quase duas vezes à taxa de inflação do Brasil. Enquanto isso no município de Aparecida de Goiânia (o segundo maior do Estado, e que integra a ‘Grade Goiânia’), a valorização dos imóveis neste mesmo período foi de 7,63%. Um aumento não tão significativo quanto na capital, mas no entanto ainda maior do que a taxa de inflação no país. O preço médio do metro quadrado dos apartamentos lançamentos durante o ano de 2013 na cidade de Aparecida – Go foi de R$2.539,92. O preço do metro quadrado mais caro ficou com aqueles apartamentos que possuem 3 quartos, saindo à R$2,675. O segundo metro quadrado mais elevado ficou com os apartamentos de 2 quartos, custando R$2.532, seguidos por aqueles apartamentos de somente 1 quarto, aonde o metro quadrado saía à R$ 1.927.